11 de dezembro de 2013

Tenho um Transtorno Alimentar

Responda mentalmente: Você vive de dieta e não cansa de ver os pesos na balança diminuírem? Você se preocupa com o que vai comer todos os dias e se sente culpada quando foge da dieta? Faz atividade física pensando em quanto vai emagrecer esta semana e não pensando no quanto aquilo é agradável e relaxante? Deixa de ir para alguma festa porque vai ter muita comida, ou até vai pra festa, mas se contenta em comer apenas um docinho e um copinho de água? Quando quer comer muito, espera todo mundo sair de casa ou come escondido pra ninguém ver? Se alguém fala da sua alimentação, você explode, fica muito irritada porque acha que eles não tem nada a ver com isso? Não consegue parar de pensar no quanto está gorda e inchada? Às vezes nem vomita, mas vive compensando a comilança do dia anterior com sucos diuréticos, muito exercício físico e/ou algumas horinhas de jejum?
Eu sim... e sabe o que eu descobri? Que eu tenho um transtorno alimentar. 

Muita gente aqui no mundo virtual assume que tem uma relação de amor e ódio com a comida e que essa relação gera sofrimento, sensação de culpa, impotência, que acaba com a autoestima, mas daí assumir que está doente... é realmente muito difícil. Atenção galera: isso não está certo! Mesmo que sua pressão arterial ou açúcar no sangue tenha abaixado, isso não significa que você está saudável, até porque Saúde é o completo estado de bem-estar Físico e Mental (OMS) - corpo e mente trabalham juntos e não separados.  

Há algum tempo sei que sou Bulímica... apesar de não forçar o vômito, ele vem espontaneamente depois que como muito. Durante algum tempo achei que fosse refluxo, mas depois me dei conta de que não era. Já falei sobre isso em terapia, hoje estou muito melhor, mas ainda é difícil me desfazer desse transtorno. Desde então estudo muito sobre o tema, fiz meu TCC, refleti muito, e ao ler os blogs e os desabafos de algumas colegas, percebi que não sou a única. Muitas de vocês precisam começar a abrir os olhos pra isso.

Pra começar, a Bulimia se caracteriza por episódios de comilança desenfreada (ou compulsão alimentar... quem nunca?), seguidos de hábitos que visam compensar o ganho calórico nas chamadas "técnicas purgativas". Realmente, nunca li por aqui alguém dizer que vomita ou toma laxantes depois de comer, graças a Deus, mas quantas vezes vocês já disseram que passaram o dia seguinte inteiro bebendo sucos verdes, chás diuréticos, sopas ou até fazendo jejum pra compensar a comilança? Quantas vezes disseram que foram para a academia e passaram o dobro do tempo na esteira ou na musculação? Pois então, estas compensações relacionadas à culpa por ter comido muito, são, por si só, técnicas purgativas, logo, sinais de alerta.

Como psicóloga e como vítima deste transtorno, acho interessante fazer esta ressalva aqui no Blog, pois às vezes não nos damos conta de que estamos doentes. Obviamente, não vou morrer por ter este transtorno, mas não posso negar o quanto ele faz mal pra mim emocionalmente falando. Morro de inveja de pessoas que comem sem culpa, sem se importar no quanto vão engordar e assumo: isso me faz sofrer. Quero mudar essa realidade sem ter, no entanto, que parar de emagrecer. Comida não é e nem pode ser sinônimo de sofrimento. 

8 comentários:

Carla Renata Galassi disse...

eu ja fui diagnosticada com tanto transtorno ke nem sei mais onde acaba um e começa o outro..kkkkkk.. bjokas lindeza e trata disso bonitinho hein.. sucesso e ótima semana

novafasecampbell disse...

É fogo né Dé? por isso eu to tentando e controlar e sei ue vou vencer a compulsão alimentar, amiga! força ai viiiiu. Gostou do meu kit? <3

GABI disse...

eu tenho, já estou providenciando até uma psicóloga, pq tenho muito sentimento de culpa e faço isso tudo aí pra me sentir melhor! bjs

Bethynha disse...

é uma troste realidade isso tudo, eu sou doente, tbm fico assim quando como demais, me sinto a pior pessoa do mundo, malho o dobro e como um pingo. uMAS VEZ TOMAVA MUITOS LAXANTES, MAS HJ EM DIA NAO FAÇO MAIS ISSO GRAÇAS A DEUS, VOMITAR NUNCA VOMITEI, MAS JA TENTEI ENFIAR O DEDO NA GUELHA, MAS NUNCA DEU CERTO HEHE. tO CANSADA DE FAZER DIETA, QUERIA SER UMA PESSOA NORMAL QUE COME NORMAL. MAS A CULPA VEM ANTES E NAO ME DEIXA..mAS VAMOS LA, QUEM SABE TRATANDO A GENTE CONSIGA VENCER ESSAS NOSSAS NEUROSES.
BJOA

Ramona disse...

Muito bem colocado e realmente, acho que temos que pensar também na saúde da nossa mente. Passando para dizer que estou viva, hehehe. Bjs! Obrigada pelo carinho no meu cantinho meio abandonado.

Ramona disse...

Muito bem colocado e realmente, acho que temos que pensar também na saúde da nossa mente. Passando para dizer que estou viva, hehehe. Bjs! Obrigada pelo carinho no meu cantinho meio abandonado.

Luana disse...

Meu Deus!!!!!
ta explicado então!!! sofro deste transtorno viu!!!
Ainda bem que quando como nao tento vomitar entre outras coisas!
mas depois me sinto mal pra caramba!!
muito legal seu texto! ajudou ainda mais com a minha conversa com a psicologa!!!
beijos

Projeto Corpo Violão disse...

Oiiiii Dea. Eu adorei o a ajuda no meu blog. Eu fiz terapia 2 anos e meio semanal. Comecei para tratar primeiramente O transtorno de ANSIEDADE GENERALIZADA, mas conforme ia diminuindo os sintomas da Ansiedade minha terapeuta observou o Transtorno do Comer Compulsivo.

Foi um choque pra mim... é como se algo dentro de mim disparasse sempre que estou com um sofrimento PROLONGADO.....

Tive o primeiro episódio aos 8 anos mais ou menos (cerca de 10kg a mais). Mas depois emagreci sem grandes dificuldades.

Segundo: aos 19 anos (10kg a mais)
Terceiro e mais Severo: 26 (+33Kg em menos de 10 meses)
Esse último está sendo difícil...
Estou mudando radicalmente minha vida. E sei que preciso aprender a lidar com isso.

Graças a minha terapia, HOJE eu consegui observar que algo está me perturbando....e enxergar que estou com esse disparo novamente!!!!!
Fiz minha terapia até inicio de 2011. Ela me comentou que naquele momento em específico seria difícil lidar por completo com o peso. Pois UTILIZA O PESO COMO "MULETA, ESCUDO". Mas que eu deveria cuidar para não aumentar e lidar com meus sentimentos.
Neste mesmo ano tomei coragem e mudei minha vida...tudo mesmo

Convivi com o peso E SEUS MALES, até o final do ano passado...e esse ano já eliminei bastante....
Mas agora sinto A PRESENÇA DA SOMBRA em minha volta.

Comecei a 3 semanas Coaching com uma psicologa, e pretendo continuar COM TERAPIA, pois sei que ainda preciso mudar crença nucleares!

Eu te entendo sobre como é descobrir um transtorno alimentar....sei como é!!

Na verdade minha RA e AF tem muito mais pontos inconscientes, sentimentos que ainda não sei lidar...muitas vezes nem sabia que eu sentia eles...heheheheheh
Fico feliz que consegui colocar para fora, me expressar no blog, isso me ajudou a esclarecer ideias.
Estou de parabéns por conseguir observar o gatilho e frear a tempo...estou feliz por isso!

Antigamente só ira ver que algo estava fora do controle quando a cabeça do fosforo estivesse QUEIMADA TOTALMENTE...E EU ENGORDADO .....

BOMMMMM ESCREVI UM TEXTOOOOOOO, MAS ACHEI PERTINENTE LEVANTAR A BANDEIRA AQUI NO SEU BLOG!!!!!
TENHO TRANSTORNO DO COMER COMPULSIVO PERIÓDICO......E ESTOU APRENDENDO A LIDAR....E VOU CONSEGUIR

Forças ai...e nós vamos conseguir, já estamos conseguindo!!!!


BJSSSSSSS
COM CARINHO GRAZI